14 de dez de 2010

Por um olhar sem photoshop



Fosse hoje em dia, esse famoso quadro de Rubens receberia uma bela de uma edição em photoshop para entrar em qualquer número da revista Caras...

Afinal celulite não é mais popular atualmente. Pelo contrário, é um fantasma à espreita...rs. Levante a mão a mulher que não lembra do momento em que notou (com espanto e pavor!) seu primeiro “furinho” de celulite. É que nem o primeiro sutiã: a gente nunca esquece (até porque outros aparecerão, será difícil realmente esquecer).

Mas antes que alguma mulher desesperada procure uma máquina do tempo, eu imploro: mudemos nossas cabeças! Antes que enlouqueçamos. Sim, porque se a preocupação com o corpo é bacana e saudável, a obsessão com o corpo nos atingiu em níveis de loucura total. Não bastasse a ditadura do corpo, veio a ditadura da imagem, com fotos sendo alteradas para transformar a beleza em algo inatingível.

Escrevo isso porque vi, em um blog muito legal (o Hoje vou assim da Cris Guerra) a seguinte campanha: Mulher sem Photoshop, à qual aderi desde hoje, usando um selinho na coluna lateral. Não é o máximo?

Mas calma gente: não considero o pobre do programa um vilão. Aliás, trabalho com design, trabalho com photoshop. Mas há uso adequado para todas as coisas.

E além disso: beleza é cultural, ou seja, a questão está na nossa cabeça, no nosso olhar.

Então que tenhamos um olhar sem photoshop E que esse olhar “despreconceituoso” se estenda para além da estética...

Para fechar, um vídeo de uma campanha (bem conhecida) da Dove, que nos ajuda a refeltir sobre o motivo de nosso conceito de beleza estar tão equivocado...

Um comentário:

Anônimo disse...

Adorei!